Se você pensa em trabalhar viajando pelo mundo, mas acha que ser nômade digital com filhos é algo impossível? Então, tá na hora de rever os seus conceitos, já que viver como nômade e ainda levar seus filhos juntos é uma realidade mais próxima do que você imagina.

No entanto, alguns pontos precisam ser definidos antes mesmo da família colocar o pé na estrada. Esse planejamento é fundamental para que a sua viagem possa ser um sucesso. Quer saber como ser nômade digital com filhos? Confira agora mesmo 6 dicas especiais neste post!

Família nômade viajando o mundo
Nômade com filhos é possível!

1. Pratique o homeschooling

Muitas famílias com filhos em idade escolar desistem da vida nômade quando acreditam não ter opção para educá-los durante a viagem. O que poucos sabem é que o homeschooling pode ser a principal alternativa nesses casos.

O homeschooling é a educação domiciliar, amplamente divulgada e praticada em países como os EUA e tantos outros lugares dentro da Europa. Infelizmente, no Brasil a atividade ainda não foi regulamentada (dia 30/08 o STF julgará a constitucionalidade da Educação Domiciliar no país).

Contudo, isso não impede que você possa praticar a educação domiciliar enquanto estiver viajando. Caso a família retorne para o Brasil e queira que os filhos voltem para a escola normal, é preciso realizar algumas avaliações de acordo com a instituição de ensino.

Durante a viagem, os pais devem ser os responsáveis pela educação dos filhos. Como o homeschooling é uma opção mais flexível, fica a critério de cada um seguir o currículo escolar brasileiro ou usar a criatividade para ensiná-los a sua maneira.

Faça homeschooling
Pratique o homeschooling

2. Trabalhe remotamente

Uma das principais preocupações de quem pretende ser um nômade digital é entender como trabalhar enquanto viaja. Pois bem, se a sua profissão não permite a você trabalhar remotamente, seu sonho de ser nômade digital com filhos, ficará mais distante.

Uma coisa é você, sozinho no mundo, outra situação é ter filhos para sustentar. Então, procure algumas opções de profissões que permitem trabalhar de qualquer lugar do mundo.

Durante a viagem, organize sua rotina para executar a demanda diária e ter tempo de conhecer a cidade. Por exemplo, você pode optar em trabalhar intensamente durante uma semana para deixar a outra livre para passear.

Mas se achar melhor, pode trabalhar durante o dia e deixar o período da tarde para desfrutar tudo o que tem de bom no destino.

O mais importante é saber equilibrar trabalho com diversão para não perder a oportunidade de conhecer o lugar que resolveu chamar de lar temporário. Para isso, evite a procrastinação e foque em seus objetivos.

Trabalho remoto como nômade
Trabalhe remotamente de qualquer lugar do mundo!

3. Fique um período mais longo nos destinos

Viver como nômade digital não é a mesma coisa que tirar um ano sabático, fazer intercâmbio ou viagem de férias. Lembre-se que você tem responsabilidades, principalmente porque os filhos estão incluídos nessa jornada.

Por isso, o mais indicado é ficar um período mais longo em um determinado destino. Dessa forma, você consegue se organizar melhor para trabalhar e ao mesmo tempo conhecer a cidade com mais tranquilidade.

Todavia, isso não impede que você e sua família façam viagens turísticas, principalmente naqueles destinos com o custo de vida mais alto como Paris, Londres, Nova York, entre outras cidades.

Para isso, você precisa fazer um roteiro bem organizado para não ter que gastar além do necessário ou que interfira em seu trabalho. Prefira fazer essas viagens quando estiver morando em uma região próxima às cidades turísticas para economizar com transporte.

Fique mais tempo no destino
Aproveite o destino: Capadócia
Leia mais: Top – 17 profissões para quem quer ter uma vida nômade

4. Interaja com a comunidade local

Uma das principais vantagens de ser nômade é a possibilidade de viver como um nativo. Com isso, você consegue frequentar os mesmos supermercados, andar de transporte público, ir ao cinema, parques e praças.

Dessa forma, você e sua família poderão interagir com o público local, fazendo novas amizades e praticando o idioma. Para as crianças, se relacionar com outras pessoas da mesma idade só facilita a sua adaptação ao destino.

Assim sendo, estimule a participação das crianças em eventos locais, grupos de igreja e escolas de idiomas. Aproveite para verificar se existe uma comunidade brasileira na região para vocês participarem.

Interaja com a comunidade local
Viva como um nativo!

5. Proponha desafios para os filhos

Ficar longe da família, dos amigos e da escola pode dificultar a adaptação das crianças. Por isso, é fundamental que os pais usem algumas estratégias para despertar a curiosidade e estimular a criatividade de seus filhos.

Uma boa ideia para ajudar neste momento é propor desafios para as crianças. Você pode incentivá-las a escrever um diário de bordo de cada lugar que passarem, mas com a percepção delas sobre a viagem.

Outra dica é fazer com que as crianças usem ferramentas online para pesquisar sobre a história da cidade. Depois, elas precisam explorar os principais pontos encontrados na consulta. Pode ser uma igreja, um mirante, uma montanha, uma ponte e até um castelo. Será um grande estímulo para aprender mais sobre geografia e história.

Incentive seus filhos
Estimule a criatividade dos seus filhos!

6. Prefira se hospedar em apartamento ou casa

Não há nada mais impessoal do que morar em um hotel. Sendo que na maioria deles, não há a possibilidade de todos ficarem juntos no mesmo quarto. Isso pode comprometer uma das principais vantagens do nômade digital com filhos que é o contato mais próximo com eles.

Em vista disso, na hora de escolher um lugar para ficar durante a sua viagem, prefira se hospedar em apartamento ou casa. Vocês terão mais liberdade, privacidade e podem se aproximar cada vez mais.

Além disso, quando a estadia é mais longa você tem grandes chances de economizar com hospedagem ao tentar fazer uma negociação pelo Airbnb. Aliás, este é um dos principais sites de acomodação usados por nômades.

More em casa ou apartamento
Uma casinha para chamar de sua!

Ser nômade digital com filhos não é algo impossível, mas exige dedicação e planejamento. Quando você encontrar alternativas que atendam as necessidades da sua família, pode colocar o pé na estrada que o desafio é recompensador.

Você curtiu o nosso post sobre nômade digital com filhos? Aproveite para compartilhar o texto em suas redes sociais para que os seus amigos entendam que é possível viajar o mundo com os filhos na idade escolar!


Sair dos Trilhos

Hospedagem: Booking.com, Hoteis.com e Airbnb

Transporte: Passagens promo, Skyscanner e GoEuro

Seguro: Seguros promo e Real Seguros

Passeios e Ingressos: GetYourGuide

Câmbio: Transferwise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *