Fazer o roteiro de uma viagem é trabalhoso, principalmente quando você está procurando o que fazer em Paris, considerada uma das mais belas capitais do mundo. A Cidade Luz é cheia de pontos turísticos fascinantes que fica difícil decidir qual visitar por primeiro.

Reuni neste post as principais atrações da cidade. Entretanto, se procurar tem muito mais lugares para conhecer em Paris do que você imagina, já que o lugar é repleto de monumentos e entretenimentos culturais. Bora lá conferir o que fazer em Paris?

Vista do alto da Torre Eiffel mostra como a cidade é linda!
Vista do alto da Torre Eiffel

Referências históricas de Paris

Paris foi palco de Reis emblemáticos como o Luiz XIX, mais conhecido como “Rei Sol” e de grandes guerras como a “Guerra dos Cem Anos”. Foi nessa guerra que Paris nos apresentou Joana D’Arc, a grande heroína francesa.

Em 1328, a região foi considerada a mais populosa da Europa, mas viu sua população ser dizimada pela terrível peste negra. Entretanto, isso não impediu o crescimento de Paris e em 1528 se tornou a maior cidade do ocidente.

Um dos fatos mais marcantes da história de Paris é a Revolução Francesa com a tomada da Bastilha ― um dos principais símbolos da monarquia. Por causa desse evento é que a República foi proclamada e sendo mantida como regime oficial do país até os dias atuais.

No entanto, foi neste episódio que se instaurou o império liderado por Napoleão que durou em torno de 15 anos e promoveu a expansão da cidade. Além disso, construiu um dos mais belos monumentos de Paris: o Arco do Triunfo em comemoração as suas vitórias militares.

Em um momento posterior, Napoleão II subiu ao poder e fez grandes transformações urbanas na cidade. Porém, foi somente em 1889 que foi construído o maior símbolo da cidade, conhecido internacionalmente. Alguém adivinha? Torre Eiffel!

A história contemporânea da Cidade Luz

A França participou das duas guerras mundiais. Na primeira, Paris resistiu aos diversos bombardeios e na segunda foi ocupada pelos nazistas. Por isso, precisou reconstruir diferentes áreas da cidade.

Durante vários anos, a região se tornou cenário de vários protestos de estudantes e trabalhadores. Ainda hoje, é muito comum assistir manifestações pelas ruas da cidade, já que o povo parisiense não se cala.

Mas infelizmente isso não impediu que a cidade fosse alvo de atentados terroristas como os ocorridos no início de 2015, na sede do jornal Charlie Hebdo que resultou na morte de 12 pessoas e no massacre de 130 pessoas na casa de espetáculo Bataclan, no final do mesmo ano.

No entanto, nada disso tira o brilho desse lugar que anualmente recebe cerca de 89 milhões de turistas, segundo dados de 2017 publicado pelo Comitê Regional de Turismo de Paris e Île de France. Conheça agora quais são os pontos turísticos mais visitados da cidade e que você não pode deixar de visitar.

Leia mais: Onde ficar em Paris: conheça as principais regiões para se hospedar

O que fazer em Paris: principais pontos turísticos da cidade

Avenida Champs Elysées muito linda no final da tarde
As belezas de Paris

Torre Eiffel ― o símbolo da cidade

Quem vai à Paris precisa passar pela Torre Eiffel, um dos monumentos mais famosos do mundo. A obra foi criada pelo engenheiro Gustave Eiffel e conta com mais de 300 metros de altura e toda sua estrutura é feita de aço puro.

Ela pode ser vista de qualquer ponto da cidade e possui um dos cenários mais belos que podem ser vistos do alto da torre. Eu realmente fiquei encantada com o lugar, mas não tive a felicidade de vê-la durante a noite. Caso você tenha a oportunidade, não deixe de visitá-la nesse horário.

No entanto, esteja preparado para enfrentar uma enorme fila se deixar para adquirir o ingresso quando chegar lá. Você pode escolher entre subir apenas de elevador ou metade escada/metade elevador. Apesar do cansaço, eu escolhi a segunda opção e não me arrependo nenhum pouco.

Já imaginou jantar na Torre Eiffel? Pois bem, para aqueles que querem viver essa experiência, no alto da torre funciona o famoso restaurante Le Jules Verne que atende tanto para almoço quanto para jantar.

A imponente Torre Eiffel e toda sua beleza
Torre Eiffel

Horário de funcionamento

  • 09:00 às 00:00 da metade de junho até início de setembro e feriados de Páscoa e férias de primavera;
  • 09:30 às 23:00 durante outros dias do ano.

Ingressos e valores

  • Ingresso que permite subir de elevador: 25 euros (em torno de R$ 110,00);
  • Ingresso que permite subir até o segundo andar, sem acesso ao topo: 16 euros (em torno de R$ 70,00);
  • Ingresso que permite subir metade escada/metade elevador: 19 euros (em torno de R$ 83,00)*.

* Esse tipo de ingresso é vendido somente na bilheteria do local.

 

Se você quer evitar filas, compre seu ingresso para a Torre Eiffel direto no site do nosso parceiro GetYourGuide, sem precisar pagar qualquer taxa.

Como chegar

Próximo a Torre Eiffel existem 4 estações: Trocadéro, Bir-Hakeim, École Militaire e Champ de Mars Tour Eiffel. De onde você estiver, deve optar descer em uma dessas estações. A última é a mais próxima do monumento e a do Trocadéro te permite sair de frente para o Jardim que fica aos pés da torre.

Museu do Louvre ― a casa da Monalisa

O belo Museu do Louvre reúne um dos maiores acervos do mundo
Museu do Louvre

Uma enorme pirâmide de vidro chama a atenção de qualquer pessoa, principalmente, se em seu interior estiver um dos mais belos acervos de arte no mundo. Assim é o Museu do Louvre em Paris.

O monumento foi instalado em um edifício renascentista e sua área externa é feita em formato de pirâmide, toda envidraçada. Em seu interior se encontram mais de 30 mil obras de arte que vão desde relíquias do antigo Egito até as esculturas de Venus de Milo.

Entretanto, a obra mais icônica do lugar é a pintura da Mona Lisa feita por Leonardo da Vinci. Tanto é que para tirar uma foto mais próxima dela, você terá que disputar o espaço a tapas.

Para conhecer todo o Louvre são necessários 4 dias completos porque o espaço é dividido em 3 enorme setores. Portanto, se você não tem esse tempo, reserve pelo menos um dia completo para visitar as obras mais importantes.

Horário de funcionamento

  • 09:00 às 21:45 na quarta e sexta-feira;
  • 09:00 às 18:00 na quinta e de sábado a segunda.

* O Museu é fechado às terças-feiras.

Ingressos e valores

  • Ingresso individual: 17 euros (em torno de R$ 75,00).

* O primeiro domingo dos meses de outubro a março o acesso ao Museu é gratuito.

 

Se você quer evitar filas, compre seu ingresso para o Louvre direto no site do nosso parceiro GetYourGuide, sem precisar pagar qualquer taxa.

Como chegar

O Louvre fica próximo às estações Palais, Royal e Musée du Louvre. Para chegar lá, basta descer em uma dessas estações.

Catedral de Notre Dame ― a famosa igreja de Paris

A Catedral de Notre Dame é uma das mais antigas do mundo
Catedral de Notre Dame

Uma das igrejas mais famosas do mundo, a Catedral de Notre Dame possui uma arquitetura gótica que levou mais de 200 anos para ser concluída e é considerado um dos monumentos mais antigos de Paris.

As suas torres são pontiagudas e as belas gárgulas presentes no templo, chamam a atenção de qualquer um. O lugar foi palco de vários eventos históricos como a coroação de Henrique VI e do Imperador Napoleão.

Não há quem visite o local e não se lembre da história de Corcunda de Notre Dame, principalmente, porque em seu interior você encontrará esculturas e coleções de peças sagradas ainda da época em que ela foi construída.

Para visitar o interior da Catedral, a entrada é gratuita. Você somente pagará algo se quiser subir as torres da igreja. Contudo, para conhecê-la sem muito tumulto, se prepare para chegar bem cedo.

Horário de funcionamento

  • 08:00 às 18:45 de segunda à sexta-feira;
  • 08:00 às 19:45 aos sábados e domingos.

Ingressos e valores

  • Ingresso: entrada gratuita.
 

Se você deseja fazer uma visita guiada, compre seu ingresso direto no site do nosso parceiro GetYourGuide, sem precisar pagar qualquer taxa.

Como chegar

As estações Cité e Saint-Michel ― Notre Dame são as estações mais próximas da Catedral de Notre Dame. Partindo de onde você estiver é só descer em uma delas para chegar até a igreja.

Palácio de Versalhes ― sinta-se parte da família real

O Palácio de Versalhes é a maior referência da época de ouro de Paris
Palácio de Versalhes

O Palácio de Versalhes foi a casa da família real por mais de cem anos e possui uma riquíssima estrutura interna, com imensos lustres e janelas. Além de toda a riqueza, o lugar nos presenteia com lindos jardins que fazem valer a pena o deslocamento até o local.

Para quem não sabe o Palácio não fica no centro da cidade, mas na cidade de Versalhes que é considerada um subúrbio de Paris. Mas usando o transporte público parisiense você chega facilmente até o monumento.

Queria ter tido mais tempo para conhecer cada detalhe do Palácio e para desfrutar dos seus belos jardins sem fim porque confesso que fiquei de boca aberta com tudo o que pude presenciar nesse lugar.

Por isso, reserve pelo menos um dia inteiro para visitar a atração com tranquilidade. Se quiser, ainda pode incluir no passeio o acesso ao palacete de Maria Antonieta e outros parques anexos.

Horário de funcionamento

  • Palácio: 09:00 às 18:30 de terça a domingo nos meses de abril a outubro*;
  • Palácio: 09:00 às 17:30 de terça a domingo nos meses de novembro a março*;
  • Jardins: 08:00 às 20:30 todos os dias nos meses de abril a outubro;
  • Jardins: 08:00 às 18:00 todos os dias nos meses de novembro a março.

* O Palácio fecha toda segunda-feira, 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro.

Ingressos e valores

  • Ingresso para o Palácio e alguns de seus jardins: 18 euros (em torno de R$ 79,00);

* Menores de 18 anos tem o acesso gratuito.

 

Se você quer evitar filas, compre seu ingresso direto no site do nosso parceiro GetYourGuide, sem precisar pagar qualquer taxa.

Como chegar

Como o Palácio fica fora de Paris é preciso usar a linha de trem para chegar até lá. A estação mais próxima do Palácio é a Versailles Rive Gauche, mas você pode descer na Versailles Chantiers e Versailles Rive Droite.

O Arco do Triunfo ― as conquistas de Napoleão

O Arco do Triunfo é uma construção de Napoleão
Arco do Triunfo

Construído por uma das figuras mais emblemáticas da história da França, o Arco do Triunfo foi erguido para homenagear as várias vitórias do Imperador Napoleão nos campos de batalha. Nele estão gravados os nomes de 550 generais e de 128 batalhas travadas.

O monumento está localizado em uma das pontas da Champs-Elysées e você pode combinar a visita ao lugar quando estiver circulando pela avenida. Para ter acesso a ele de uma forma mais segura, você precisa ir por uma de suas passagens subterrâneas.

Muitos preferem ficar apenas embaixo do arco tirando foto, mas eu e meus amigos resolvemos subir até o seu terraço. Quem tem problema de claustrofobia vai sofrer muito para subir os 284 degraus de uma escada caracol.

Eu cheguei ao topo quase morrendo, mas a bela vista lá de cima me fez esquecer todo o sacrifício. É impressionante como você consegue ter uma visão quase completa de toda Champs-Elysées.

Horário de funcionamento

  • 10:00 às 23:00 durante a primavera e verão;
  • 10:00 às 22:30 durante o outono e inverno.

Ingressos e valores

  • Ingresso: 9,50 euros (em torno de R$ 42,00).

* Menores de 18 anos pagam para entrar.

 

Se você quer evitar filas, compre seu ingresso direto no site do nosso parceiro GetYourGuide, sem precisar pagar qualquer taxa.

Como chegar

O mais indicado é visitá-lo quando você estiver passeando pela Champs-Elysées. Mas se você quer descer o mais próximo do monumento, escolha a estação Charles de Gaulle-Étoile.

Champs-Elysées ― a avenida mais charmosa de Paris

A Champs-Elysées é a avenida mais famosa de Paris e talvez até do mundo
Champs-Elysées

Quem diria que uma avenida se tornaria o ponto mais movimentado de Paris. Pois bem, essa é a famosa Champs-Elysées que é chamada pelos franceses como “a mais bela avenida do mundo!”.

Eu ainda não rodei o mundo todo, mas posso afirmar que por onde passei, ainda não encontrei outra avenida que supere a beleza e o charme da Champs-Elysées. Por lá você encontrará as grifes mais famosas do mundo, além de belíssimos cafés franceses e restaurantes renomados.

Para conhecer a avenida de ponta a ponta e apreciar cada detalhe de suas belas paisagens, caminhe com tranquilidade e faça o percurso Arco do Triunfo-Champs-Elysées-Praça da Concórdia.

Horário de funcionamento

  • Você pode conhecer a avenida em qualquer horário, mas se quiser aproveitar para fazer umas comprinhas, prefira ir até lá no horário comercial para encontrar as lojas abertas.

Ingressos e valores

  • A avenida está liberada para você, gratuitamente. Só aproveitar!

Como chegar

Para descer próximo ao Arco do Triunfo e iniciar a caminhada por lá, você precisa escolher a estação Charles de Gaulle Etoile.

Sacré Coeur ― o coração de Montmartre

A Basílica Sacré Coeur é um monumento fascinante para conhecer
Basílica Sacré Coeur

No alto de uma colina de 130 metros, no distrito de Montmartre está localizada a Basílica do Sagrado Coração, mais conhecida como Sacré Coeur. A subida até a sua cúpula proporciona aos seus visitantes uma visão magnífica de Paris.

Se você tiver fôlego, pode subir cerca de 230 degraus até o topo. Entretanto, se chegar lá e perceber que não está muito animado para isso, pode pegar um transporte chamado funicular que leva você até a cúpula, sem muito esforço.

Eu não tive o privilégio de subir até o topo porque estava com o roteiro apertado e apenas contemplei a beleza lá de baixo. Na próxima visita à Paris, será parada obrigatória. Portanto, se você tiver um tempinho, coloque este monumento em sua lista.

Horário de funcionamento

  • 06:00 às 22:30 todos os dias.

Ingressos e valores

  • A entrada na igreja é gratuita e você somente pagará o preço de um ticket de metrô se decidir subir pelo funicular.

Como chegar

Desça nas estações Anvers ou Abbesses no bairro Montmartre. Na chegada à Igreja, suba pelas escadas ou pegue o Funicular.

Rio Sena ― o belo cartão-postal da cidade

Difícil passar por Paris e não caminhar às marges do Rio Sena
Rio Sena

O Rio Sena é um dos principais cartões-postais de Paris e suas margens fazem parte do patrimônio mundial da UNESCO. Várias pontes estão distribuídas em toda sua extensão e muitas delas são patrimônios históricos da cidade.

Mas a melhor forma de contemplar toda a beleza do lugar é fazendo um tour de barco. Durante o percurso é possível avistar diversos monumentos, palácios, museus e pontos turísticos de Paris.

Horário de funcionamento

  • Você pode passear pelo Rio Sena em qualquer horário e a maioria dos tours inicia às 10:00 e finaliza por volta das 22:30, na alta temporada. Enquanto que na baixa temporada o horário se altera para 11:00 às 21:20.

Ingressos e valores

  • Confira os valores dos tours em barcos e cruzeiros direto no site do nosso parceiro GetYourGuide, sem precisar pagar qualquer taxa.
 

Como chegar

Em todo percurso do Rio Sena tem várias estações de trem e metrô em que você pode descer. Basta escolher o seu ponto inicial para ver a estação mais próxima.

Montmartre ― o bairro boêmio de Paris

Montmartre é um bairro interessante para conhecer a arte e cultura parisiense
Bairro boêmio de Montmartre

Montmartre é a região mais alta de Paris e é considerado o bairro boêmio da cidade. Por lá você vai encontrar muitas ruas arborizadas com artistas de rua por todos os lados, além de percorrer os lugares que serviram de cenário para o filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”.

Falando em filme, o famoso cabaré Moulin Rouge foi parar na telona do cinema quando serviu de inspiração para contar a história de um belo romance. Além de tudo isso, Montmartre ainda nos presenteia com a bela Igreja Sacré Coeur.

Horário de funcionamento

  • Fique à vontade para percorrer as ruas do bairro e desfrutar tudo o que Montmartre tem a oferecer para você.

Ingressos e valores

  • Para conhecer o bairro você não pagará um centavo.

Como chegar

Para chegar a Montmartre você precisa escolher entre as estações Anvers, Abbesses, Pigalle ou Blanche.

Jardim de Luxemburgo ― o maior parque público da cidade

O belo Jardim de Luxemburgo é excelente para relaxar e apreciar a beleza do lugar
Jardim de Luxemburgo

Considerado o maior parque público de Paris, o Jardim de Luxemburgo é daqueles lugares gostosos para deitar na grama, escutar uma boa música ou ler um livro. Mas, infelizmente, isso só é possível em uma pequena área reservada.

O parque mais parece um museu com tantas esculturas espalhadas pelos seus 22 hectares de canteiros bem floridos, repleto de árvores e de belos lagos. Por isso, aproveite o passeio para contemplar a beleza do lugar.

Horário de funcionamento

  • Você pode passear pelo parque no horário que quiser.

Ingressos e valores

  • Como o parque é público, você pode desfrutá-lo de forma gratuita.

Como chegar

As estações mais próximas são Luxembourg para quem chega de trem e Odéon para quem preferir pegar metrô.

Euro Disney ― a Disneyland de Paris

A Disneyland Paris é um excelente lugar para se divertir na Europa
Disneyland Paris

Se você ainda não teve a oportunidade de conhecer a Disney de Orlando ou da Califórnia, pode reservar um dia em seu roteiro para conhecer a Disneyland de Paris. Ela é bem menor do que as outras, mas nem por isso faz você perder a magia de está em um dos parques da Disney.

O lugar possui dois diferentes parques: Parc Disneyland e Parc Walt Disney Studios. As principais atrações dos tradicionais parques americanos, você também encontrará na Disneyland Paris. Por isso, vale muito a pena o passeio até lá.

Horário de funcionamento

  • 10:00 às 23:00 Parc Disneyland;
  • 10:00 às 20:00 Parc Walt Disney Studios.

Ingressos e valores

  • Os valores dos ingressos podem variar conforme a época e o dia escolhido para visitar o parque. Acessando esse link você tem informações sobre as tarifas no verão e nesse aqui, os valores no inverno.
 

Se você quer evitar filas, compre seu ingresso direto no site do nosso parceiro GetYourGuide, sem precisar pagar qualquer taxa.

Como chegar

O parque fica a 30 km do centro de Paris, mais precisamente na cidade de Marne la Vallée. Para chegar no local você precisa pegar o RER ― linha de trem ― e descer na estação Marne-la-Vallée-Chessy que você já estará dentro do complexo.

Onde ficar em Paris

Escolher onde ficar em Paris não é tarefa fácil porque as hospedagens não ajudam e os custos são altos para um lugar que nem sempre a infraestrutura é boa. Além disso, você precisa se preocupar com a localização, já que a cidade é dividida em 20 arrondissements (zonas em espiral).

O ideal é se hospedar em uma área mais central para está mais próximo das atrações. Em alguns casos, é possível caminhar até elas ou fazer viagens curtas de metrô.

Entretanto, entender como funciona as divisões da cidade é bem complicado. Mas nesse post sobre onde ficar em Paris eu explico melhor para você tudo isso (ou pelo menos tento). Aproveito para falar um pouco sobre os principais bairros de Paris e algumas indicações de hospedagens. Corre lá para ver!

Como chegar

Avião

Saindo do Brasil você pode pegar voos diretos das companhias Air France e Tap. Nas demais, você precisará fazer conexão em alguma cidade da Europa. Se já estiver na região, você pode chegar até lá pegando um voo low cost como da companhia Ryanair.

Trem

Se estiver fazendo um tour pela Europa, uma boa oportunidade de chegar até a Paris é usando o trem como meio de transporte. Eu fiz o trajeto Paris ― Londres de trem e foi inesquecível. Da mesma forma, você pode fazer o percurso inverso para chegar à Paris.

Carro

Eu não recomendo alugar um carro para fazer uma viagem à Paris, uma vez que o trânsito na cidade é complicado e o preço do estacionamento é bem salgado. Se você vem dirigindo de uma região próxima, considere deixar o carro na entrada da cidade e pegar o transporte público que funciona muito bem.

Como se locomover dentro da cidade

O transporte público de Paris é bastante funcional. Portanto, você pode usar tanto ônibus quanto metrô que terá sempre uma estação próxima aos principais pontos turísticos da cidade.

Eu usei muito o metrô durante o período em que estive por lá e não tive nenhuma dificuldade para me locomover. Em poucos minutos eu estava nos principais pontos turísticos da cidade.

Quando ir

Ah gente! Paris é lindo em qualquer época do ano. Por isso, não fique preocupado se você só tiver disponibilidade para conhecer a cidade no inverno. Só não espere encontrar neve, já que é raro isso acontecer por lá.

Se quiser fugir da alta temporada na cidade, esqueça os meses de junho a agosto, uma vez que são férias escolares na Europa e Paris costuma ser um dos principais destinos na região. Fora que a temperatura estará nas alturas.

Isso faz encarecer os preços das hospedagens (que já não é muito barata) e os pontos turísticos estarão lotados. Caso não tenha escolha, procure comprar seus ingressos com antecedência diretamente no site da GetYourGuide e chegue bem cedo para curtir com calma as atrações.

Entretanto, quem escolhe os meses de março a maio e de setembro a outubro, pegará uma temperatura mais agradável e poderá aproveitar com mais tranquilidade as principais atrações da cidade.

Eu fui em abril, próximo à semana santa. Como era um período de feriado, a cidade estava bastante agitada, mas deu para conhecer quase tudo o que eu queria.

Quantos dias para conhecer a cidade

Difícil dizer quantos dias são necessários para conhecer a cidade porque tudo vai depender das suas prioridades. Eu recomendo ficar pelo menos 5 dias, apesar de ter ficado apenas 4 porque juntei a viagem com Londres.

Os principais pontos turísticos de Paris são sempre muito lotados e se você não comprar ingresso com antecedência, corre o risco de passar metade de um dia na fila, prejudicando todo o seu roteiro.

Então, avalie a época que você estará visitando a cidade. Se for alta temporada, feriados ou natal, aumente a quantidade de dias sugeridos para conhecer todas as atrações. Não posso afirmar que será com tranquilidade, mas dá para curtir um pouquinho.

Se quiser incluir o passeio à Disneylândia, considere aumentar mais um dia no roteiro. Eu não tive a oportunidade de conhecer o lugar porque meu roteiro já estava bem curto. Mas durante os 4 dias que estive em Paris, só não tive tempo de conhecer melhor a Catedral de Notre Dame e a Sacré Coeur.

Agora que você já sabe o que fazer em Paris, o que está esperando para fazer as malas e conhecer a Cidade Luz? Aproveita que algumas companhias aéreas possuem vôos diretos saindo de algumas cidades do Brasil. Consulte no site da Skyscanner o melhor preço da sua passagem!

Entendeu o que fazer em Paris? Então, continue a visita em nosso blog e leia agora mesmo o post “Onde ficar em Paris: conheça as principais regiões para se hospedar” e faça o pacote completo!


Se você gostou do nosso post e está com dificuldades em montar um roteiro para Paris, clique aqui e confira nosso serviço de Roteiro personalizado. Com certeza, faremos um que atenda às suas principais necessidades.

Sair dos Trilhos

Hospedagem: Booking.com, Hoteis.com e Airbnb

Transporte: Passagens promo, Skyscanner e GoEuro

Seguro: Seguros promo e Real Seguros

Passeios e Ingressos: GetYourGuide

Câmbio: Transferwise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *