Muitas pessoas têm procurado viajar sozinho, mas ainda encontram algumas dificuldades. A maioria delas acontece por problema de planejamento ou por desconhecer o destino escolhido da viagem.

Pensando nisso, separei algumas dicas especiais que podem ajudar você a ter uma viagem mais tranquila. Mesmo que você não esteja viajando sozinho, as dicas valem do mesmo jeito!


Planejamento

Muitas pessoas acreditam que viajar sozinho acaba saindo mais caro do que em dupla ou grupo. Por conta disso, até desistem de fazer uma viagem solo. Entretanto, se você fizer um bom planejamento a economia pode ser muito boa.

Planejamento

1. Defina o objetivo da viagem

O primeiro passo do planejamento é definir qual o seu objetivo na viagem. Você pode esquiar, curtir uma praia, meditar, conhecer lugares exóticos, aprender uma língua, entre outras opções.

2. Escolha o destino

Agora é a hora de escolher o destino ou destinos que você vai visitar. A seleção deve ser feita de acordo com seu objetivo de viagem. Neste momento, coloque na balança os destinos mais e menos famosos para verificar o que compensa para você.

3. Decida a data da viagem

Com o destino definido você vai precisar decidir a data da viagem. Verifique a possibilidade de viajar fora da alta temporada quando o custo é mais alto. Se isso não for possível, seja flexível com a data.

4. Programe as suas férias

Com o destino e data definida você já pode agendar suas férias. Faça isso com antecedência para não perder prazos e ainda ter a possibilidade de escolher a data que você quer.

5. Monte seu roteiro e compartilhe com a família

Com o destino definido, fica mais fácil montar o roteiro da viagem. Coloque em uma planilha tudo o que você gostaria de ver na cidade e vá colocando a ordem de prioridade. Depois pesquise os preços dos ingressos.

Com os valores em mãos e sabendo quanto você pode gastar, vá eliminando os pontos turísticos até chegar ao seu orçamento. Em seguida, monte seu roteiro com as atrações definidas. Não se esqueça de compartilhar esse roteiro com a sua família para eles acompanharem seus passos.


Documentos

Dependendo do destino escolhido para viajar você vai precisar correr atrás de alguns documentos. Se o seu destino for internacional, você deve providenciar o passaporte (se não tiver), além de verificar vistos de entrada (caso seja necessário).

Documentos

1. Providencie o passaporte

Se você for viajar para o exterior (fora América do Sul) você vai precisar providenciar o passaporte. Para isso, basta acessar o site da Polícia Federal. Nos casos dos países da América do Sul, a identidade é válida na imigração, mas o documento deve está dentro da validade e em boas condições.

2. Tire o visto

Verifique se o país que vai visitar exige que você tire o visto de turismo no Brasil. É o caso dos EUA, Canadá, Austrália, Japão, entre outros. Faça isso com antecedência para não correr o risco de perder a viagem.

Confira os países que não exigem visto dos brasileiros!

3. Verifique a CNH ou PID

Se você optar em alugar um carro durante a viagem, saiba que em alguns países a CNH brasileira é aceita. Porém, em outros destinos é necessário apresentar a Permissão Internacional para Dirigir ― PID que você pode tirar no Detran da sua cidade.

4. Organize os documentos

Nas viagens internacionais você terá que passar por uma imigração e pode ser solicitada a apresentação de alguns documentos. Por isso, é importante ter tudo em mãos quando o agente pedir para você mostrá-los.

Portanto, organize uma pasta com seu passaporte, visto, passagens aéreas ida e volta, comprovante de hospedagem, comprovações financeiras e voucher do seguro viagem.


Equipamentos e Comunicação

A câmera fotográfica e o celular são os equipamentos mais usados para guardar as melhores lembranças da viagem. Mas você precisa saber como levar esses equipamentos, como se comunicar no exterior e como acessar internet para usar as ferramentas online.

Equipamentos e comunicação

1. Tenha as notas dos equipamentos eletrônicos

Nas viagens ao exterior é recomendado levar as notas e cupons fiscais dos equipamentos eletrônicos para não ser taxado na alfândega. Se você não tem esses documentos, recomendo tirar fotos dos equipamentos antes de sair do Brasil.

2. Compre um chip

Se você quer se manter comunicável e ainda ter a possibilidade de acessar a internet, o mais recomendado é comprar um chip que funcione na região. Para isso, o seu celular precisa está desbloqueado.

3. Aproveite o wifi gratuito

Vários locais no mundo disponibilizam wifi gratuito. Portanto, você terá a oportunidade de acessar a internet nos aeroportos, restaurantes, cafés, entre outros lugares. Para encontrar uma boa conexão use alguns aplicativos como Mandic Magic, Wifi Map e Wifi Finder.


Saúde

Antes de viajar é importante checar como está a sua saúde para não ter surpresas durante a viagem. Além disso, você precisa verificar questões como vacinas, medicamentos e seguro viagem.

Saúde

1. Faça um check-up médico

Se você vai fazer uma viagem longa eu recomendo que faça um check-up médico para se cuidar antes de partir. Dessa forma, você pode viajar mais tranquilo, sem ter que se preocupar com algum problema de saúde mais grave.

2. Tome vacina com antecedência

Muitas imigrações exigem dos turistas que estão visitando a cidade a vacinação contra algumas doenças. Mas você precisa tomar a vacina com antecedência, pois algumas delas demoram a fazer efeito.

Depois de tomar a vacina você ainda vai precisar tirar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia ― CIVP que é emitido pela Anvisa. Se você não sabe se o destino escolhido exige o certificado, consulte essa lista que mostra o que é cobrado dos brasileiros na imigração.

3. Contrate o seguro viagem

Você sabe que mesmo cuidando da sua saúde os imprevistos podem acontecer. Além disso, em alguns países o seguro viagem é um item obrigatório para apresentar na imigração.

Portanto, o seguro viagem é algo indispensável para qualquer tipo de viagem. O custo dos serviços de saúde em outros países é extremamente alto, mas se contratar o seguro viagem você será atendido sem custos ou os valores pagos serão ressarcidos.

4. Leve alguns medicamentos

Em todas as minhas viagens eu levo alguns medicamentos, sendo os mais comuns para dor de cabeça, resfriado, febre e antialérgico. Como sou asmática, nas viagens mais longas eu costumo montar uma pequena farmácia, sem muito exagero.

Com isso, consigo controlar os sintomas até que eu tenha tempo de chegar a um atendimento médico. Mas fique tranquilo porque não é difícil encontrar os medicamentos mais comuns.

No entanto, recomendo levar as receitas caso você seja abordado nas imigrações. Porém, fique ligado porque em alguns países alguns remédios são proibidos.


Dinheiro

Chegou a hora de descobrir as melhores formas de economizar, levar dinheiro e fechar os custos da viagem. Como falei anteriormente, viajar sozinho só será mais caro se você não se planejar.

Dinheiro

1. Analise os custos de vida dos destinos

Para ter ideia de valores dos principais serviços nos destinos, recomendo acessar os sites Quanto Custa Viajar, MyTravelCosts e Nomad List. Dessa forma, você já consegue se planejar financeiramente com antecedência.

2. Estabeleça um orçamento diário

Depois de pesquisar sobre o custo dos serviços em cada destino é a hora de estabelecer um orçamento diário. Portanto, defina quanto você vai gastar com alimentação, transporte, passeios e atrações.

3. Leve mais de uma forma de dinheiro

Apesar do câmbio ser mais econômico para a troca em dinheiro, não recomendo andar apenas com isso. Por isso, é bom levar um cartão de crédito para você não ficar na mão e ainda servir como reserva de emergência.

Eu comecei a aderir aos cartões de créditos pré-pagos porque eu tenho controle do consumo, mas uso apenas em transações nacionais para não sofrer com o IOF. Eu abri uma conta em um banco internacional (Leopay) para usar o débito nas minhas viagens e somente sofrer com o IOF na hora da transferência (Transferwise).

4. Use uma doleira

A melhor forma de proteger seu dinheiro é usando uma doleira. Mas quando você estiver passeando, evite levar todo o seu dinheiro. Guarde tudo o que você tem de valor dentro da mala ou mochila, coloque cadeado e tranque dentro de um armário.

BOLSA DOLEIRA SESTINI PORTA DINHEIRO CINTURA VIAGEM ANTI ROUBO SEGURANÇA TAMANHO M

5. Compre ingressos online

Comprar ingressos online com antecedência, na maioria das vezes, é sinônimo de economia. Por isso, somente deixo para comprar na hora quando não encontro disponibilidade nos sites ou se faço alguma mudança no roteiro.

Compre seus ingressos no site GetYourGuide!

6. Procure se alimentar em locais menos turísticos

Quando você estiver visitando os pontos turísticos, evite comer na redondeza porque o custo é mais alto. Ande um pouquinho que você encontrará preços melhores e com alimentação de boa qualidade.

Como me hospedo muito em Hostel e Airbnb, priorizo preparar a minha alimentação. Logo, o valor que eu gasto no supermercado é mínimo perto de uma refeição em restaurante. Com isso acabo economizando muito na alimentação.


Conforto

O conceito de conforto vai depender muito do seu perfil de viajante. Algumas pessoas preferem viajar com o mínimo possível, outros não conseguem viajar sem levar a “casa inteira”.

Conforto

1. Escolha o tipo de bagagem que atenda às suas necessidades

Eu já viajei tanto de mochila quanto de mala e nunca tive problemas com nenhum deles. Mas confesso que me sinto mais confortável com mala e estou priorizando reduzir tudo em uma mala de 10 kg.

No entanto, você deve escolher aquilo que atenda às suas necessidades e que seja algo confortável. Mas fique ligado que as companhias estão cobrando uma fortuna pelo despacho de bagagem, aumentando o custo das passagens aéreas.

Mochila Cargueira Everest 35 Litros para Trilha Trekking Preta – Nautika

Mala Viagem Sinais Rígida Abs Cadeado Rodinhas 360 – Média

2. Leve roupas confortáveis

As roupas devem ser escolhidas de acordo com o clima que você vai encontrar no destino. Contudo, priorize levar roupas confortáveis, que sejam fáceis de guardar na mala e que combinem com tudo.

3. Use sapatos adequados

Os sapatos mais adequados em qualquer viagem são os tênis porque além de proteger seus pés, são mais confortáveis. Mas se você não curte esse tipo de calçado, pode levar uma sapatilha ou até uma rasteirinha. Só tome cuidado com o peso dos calçados que podem comprometer a sua mala.

Tênis Olympikus Supra Feminino


Hospedagem

Chegou a hora de definir o tipo de hospedagem da sua viagem. Para isso, é importante que você conheça as opções e entenda o que é fundamental conferir antes de escolher onde você se hospedará.

Hospedagem

Tipos de hospedagem

1. Hotel

O hotel é mais recomendado para quem busca conforto, não vê problema em ficar em um local mais impessoal e quer ter privacidade. No entanto, o custo pode ser alto e você precisa ficar atento com as questões de segurança.

2. Hostel

Quem prefere um ambiente mais animado, quer ter a oportunidade de conhecer outras pessoas e não se importa em dividir o quarto, o hostel é uma excelente opção. Contudo, se optar por um quarto compartilhado, dificilmente terá privacidade, além de ter ficar muito atento com a questão de segurança.

3. Airbnb

Ter um apartamento só para você, reservar um quarto ou até compartilhá-lo é possível usando o Airbnb. Mas como você estará na casa de outra pessoa, é preciso ter muito cuidado na hora de escolher o local.

4. Couchsurfing

Para quem tá duro ou quer fazer uma viagem totalmente econômica pode optar pelo couchsurfing. Mas saiba que você não terá nenhum conforto porque você terá apenas um sofá a sua disposição.

Saiba como reservar

  • Hotel e Hostel você pode reservar no site do Booking. Mas procure pelas opções de cancelamento gratuito caso você tenha algum imprevisto. Além disso, em algumas hospedagens é possível pagar somente na hora do check in;
  • No caso do Airbnb o processo é feito diretamente na plataforma. Você precisa fazer um cadastro, selecionar o apartamento/casa, entrar em contato com o anfitrião (tente negociar o valor) e pagar a reserva;
  • Se você quer dormir no sofá de alguém o primeiro passo é se cadastrar na plataforma do couchsurfing. Lá você vai encontrar uma grande comunidade com pessoas de várias partes do mundo. Você pode entrar em contato diretamente com um anfitrião ou postar na comunidade da cidade.

Segurança para viajar sozinho

Mesmo que você viaje com todo conforto do mundo, ainda assim precisa tomar certos cuidados. Para isso, pesquise muito sobre o destino, saiba como guardar seus pertences, entenda como evitar riscos e como se proteger.

Segurança

Na cidade

  • Pesquise os costumes locais para não ser interpretado de forma errada;
  • Prefira chegar e sair dos destinos durante o dia;
  • Evite usar roupas que chamem atenção de batedores de carteiras;
  • No caso das mulheres, evite viajar sozinha por lugares que são considerados áreas de risco para nós como o Egito, Índia, entre outros;
  • Evite andar sozinho à noite em áreas com pouca movimentação;
  • Não conte a sua vida toda para quem você acabou de conhecer, mas jamais deixe de fazer novos amigos;
  • Lembre-se que você está sozinho. Portanto, beba com moderação;
  • Peça bebida fechada ou fique de olho na hora que estiverem preparando seu drink;
  • Nas viagens de trem e ônibus, evite sentar sozinho em uma cabine vazia ou no fundo do ônibus;
  • Não tenha medo de dizer “não” ou fazer cara de mal quando você não gostar de alguma situação;
  • Na imigração esteja com todos os documentos em mãos, mas somente apresente se for solicitado.

Na hospedagem

  • Sempre viaje com cadeados de código, principalmente, se você for se hospedar em hostel;
  • Para trancar a mochila ou mala use cadeado TSA que é o único modelo aceito nas viagens para os EUA;
  • Não descuide de seus pertences. Quando você for ao banheiro, guarde seu notebook e celular;
  • Quando sair, tranque seus pertences dentro dos armários. Isso vale também para quem for se hospedar no Airbnb (guarde na mala);
  • Se você for se hospedar em hotéis, use o cofre para guardar seus pertences;
  • No hostel esteja aberto para fazer amigos, mas tenha cuidado com quem se envolve;
  • No couchsurfing você é um hóspede, então deixe seu espaço organizado e evite deixar seus pertences espalhados.

Transporte

Entenda como encontrar passagens aéreas mais baratas, qual a melhor forma de deslocamento entre os destinos e como se locomover dentro da cidade. Veja tudo isso com antecedência para evitar surpresas.

Transporte

1. Pesquise muito antes de comprar as passagens

Entre no Google Flights para verificar como estão os valores das passagens aéreas. Depois faça comparações em diversos sites como Skyscanner, Passagens promo, MaxMilhas, entre outros.

Procure se inscrever nos alertas de passagens aéreas para receber as alterações de tarifas. Contudo, tenha flexibilidade com as datas, priorizando os voos nas terças e quartas que costumam ser mais baratos.

2. Use milhas

Se você tiver milhas disponíveis, veja a possibilidade de usá-las em plataformas como MaxMilhas ou em sites das próprias companhias. O valor que seria das passagens, você usa para pagar outras despesas.

3. Use o stopover para viajar para diferentes destinos

Quando estiver procurando os voos, pesquise por multidestinos e veja a possibilidade de fazer um stopover. Às vezes a diferença é pequena do que comprar ida e volta para o mesmo destino.

4. Saiba a melhor forma de viajar entre as cidades

No exterior você tem a oportunidade de viajar de uma cidade para outra usando trem, ônibus, barco, entre outros tipos de transporte. Para descobrir quais são os meios de locomoção, o tempo de percurso e o custo, consulte em sites como GoEuro e Rome2Rio.

5. Confira como se locomover na cidade

Dependendo do destino, o metrô pode ser a melhor opção de locomoção para andar pela região ou em alguns casos você precisará alugar um carro. Se tiver possibilidades, caminhe pela cidade que sai mais barato e ainda faz bem para saúde (rsrsrs).

Viajar sozinho é uma experiência incrível que todo mundo deveria ter algum dia. Portanto, não deixe que seus medos e preocupações te impeçam de fazer isso. Siga as dicas compartilhadas e tenha uma viagem tranquila.

Você curtiu as nossas dicas para viajar sozinho? Então confira o post “Top ― 18 sites para encontrar passagens aéreas baratas” e se prepare para economizar em sua viagem.


Sair dos Trilhos

Hospedagem: Booking.com, Hoteis.com e Airbnb

Transporte: Passagens promo, Skyscanner e GoEuro

Seguro: Seguros promo e Real Seguros

Passeios e Ingressos: GetYourGuide

Câmbio: Transferwise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *